Espumante Brut Champenoise Dal Pizzol 750ml

Código do produto: 000033 Outros produtos da marca: Dal Pizzol

Compartilhe: GooglePlus

De R$ 99,90Por R$ 89,90R$ 89,90 em até 3x sem juros de R$ 29,97 pelo PagSeguro R$ 89,90 em até 3x sem juros de R$ 29,97 pelo PayPalou R$ 87,20 no boleto bancário (3% de desconto)ou R$ 87,20 no depósito bancário (3% de desconto)

Veja outros produtos de:

» Espumantes

» Brut

» Dal Pizzol

Parcelamento

1x sem juros 89,90
2x sem juros 44,95
3x sem juros 29,97
4x 23,89
5x 19,35
6x 16,32
7x 14,15
8x 12,53
9x 11,27
10x 10,27
11x 9,44
12x 8,76
  • Características
  • Informações técnicas

Dal Pizzol Brut foi elaborado com uma seleção de grandes vinhos das cepas Chardonnay que dá elegância e finesse, Pinot Noir (Blanc de Noir) responsável pelo corpo, estrutura e persistência. A champanhização foi realizada na própria garrafa através do Método Traditionelle (Champenoise), lentamente e na temperatura adequada com minucioso controle. Dessa criteriosa combinação, encontramos neste espumante classe, elegância e uma agradável sensação de refrescância.

Parte-se de um vinho base , adiciona-se o açúcar, os clarificantes e as leveduras (licor de tiragem), que são essenciais para o processo de refermentação. Da quantidade de açúcar agregado, vai depender a pressão final do espumante. O engarrafamento é feito nas mesmas garrafas que o produto será comercializado. As garrafas são fechadas com tampas metálicas, que serão removidas posteriormente.

O "Prisse de Mousse" é o nome dado a Segunda fermentação. A transformação do açúcar em álcool desprende gás carbônico que ficará contido na garrafa. Essa fermentação é muito lenta (4 a 6 semanas), com a garrafa na posição horizontal e temperatura em torno de 12 a 13°C, o que favorece a boa combinação do gás com o vinho. Após isso, as leveduras tendem a se depositar no fundo das garrafas ajudadas pela ação do clarificante. Neste momento, deixa-se o produto em contato com as leveduras por um período de 36 meses, onde ocorre a autólise das leveduras, com a liberação de aminoácidos, que incorporam ao produto um aroma especial. Finalizada a etapa da autólise, as garrafas que estavam acondicionadas nas caves, são retiradas, agitadas para homogeneizar o líquido e colocadas nos pupitres na posição levemente inclinada e com gargalo voltado para baixo.

A cada semana as garrafas são giradas no sentido horário 1/8 de volta avançando ligeiramente no pupitre, o que ocasiona a elevação em direção à posição vertical. Com essa operação, os resíduos são colocados lentamente em direção à boca. Finalizada esta etapa, que tem uma duração variável em função da técnica utilizada, os resíduos já se encontram retidas na tampa especial de metal e aguardam a retirada das mesmas.

Terminada a "remuage", os gargalos são congelados a ponto de atingir apenas os sedimentos acumulados. Forma-se assim um tampão de gelo que retém as impurezas e permite inverter a garrafa. Retira-se a coroa e a pressão que se desprende provoca a expulsão do tampão, arrastando junto às impurezas. Devido à baixa temperatura, a perda de pressão é praticamente nula, podendo-se assim adicionar o licor de expedição. O passo seguinte é a colocação da rolha, da gaiola, do rótulo e a liberação do produto para a comercialização.

MÉTODO Tradicional
VARIEDADES Chardonnay e Pinot Noir
CARACTERÍSTICAS VISUAIS Sua coloração é amarela com reflexos dourada, límpida e brilhante, espuma abundante e persistente, belíssimo perlage de finas e numerosas borbulhas
CARACTERÍSTICAS OLFATIVAS

O aroma é complexo sobressaindo-se o tostado e a levedura, com toques lembram frutas como pêssego maduro, amêndoas e torradas

CARACTERÍSTICAS PALATÁVEIS

No paladar apresenta um franco ataque de acidez e logo após nota-se uma sensação de harmonia. Este espumante apresenta boa estrutura, equilíbrio e corpo, resultante do longo amadurecimento contato com as leveduras.

TEMPERATURA DE SERVIÇO 3 a 7°C
AUTÓLISE 36 meses